Home A Crônica River Land Metrópole Esplanada Mata Prainha Red Rocks Castle City Etc Download
River Land
Cainitas
Brujah
Gangrel
Malkavian
Nosferatu
Toreador
Tremere
Ventrue
Assamita
Giovanni
Lasombra Antitribu
Caitiff
Regiões
Elísios
Locais

Rades Arknound

Rainha (Xadrez)

Nome: Rades Arknound
Conceito: Animador da corte
Status: (4) Primógeno
Idade aparente: Casa dos 40
Abraço: 1836
Sire: Ray Marcus de Pondares

Descrição:

Atributos: Mentais; Raciocínio, carisma
Habilidades: Talentos; Performance, lábia, intimidação, liderança, acadêmicos
Disciplina: Demência, auspícios, ofuscação

Histórico:

Rades é um louco aficionado pela história medieval. Nos tempos que ainda respirava era professor. Para realçar, se vestia a rigor e era muito doido. Esta atitude chamou a atenção de um Malkavian que o abraçou.

Devido os conflitos que o cercavam, presenciando a destruição de seu senhor, Rades fugiu num navio juntamente com outros vampiros, vindo fazer parte da história vampírica local, atualmente é em idade segundo vampiro mais velho que ainda mantém sua não-vida, a chegar na cidade.

Hoje, atua em Castle City como diretor teatral, vivendo mais que nunca na idade medieval.

Retrato:

Alto, 1,80m de altura, magro, usa barba e cabelos brancos e longos.

Veste-se à moda medieval.

Rades vive no mundo da fantasia, tratando todos como se estivessem na idade média e visitassem seu castelo. Quanto à personalidade, é totalmente imprevisível. Seu amor às artes muitas vezes faz parecer um autêntico Toreador.

Crônica:

Desligado, vive para o seu castelo, preocupando-se apenas em tratar com cortesia seus "visitantes reais". Mesmo sendo membro da Primigênie, pouco participa. Em geral nomeia qualquer membro do clã para representá-lo nas reuniões da Camarilla.

Crônica:

Participa do Conselho e do círculo Artes Castle

Refúgio:

Algum local do complexo artístico da Ilha.

Domínio:

Complexo artístico da Ilha.

Boatos:

  • É o cainita que mais conhece os segredos da cidade, mas para ele essas informações não tem, utilidade nenhuma.
  • Foi ele quem escreveu o dossiê contendo o histórico dos vampiros de Pharahos;

Pharahos by Night é produto de ficção e imaginação. Qualquer semelhança com fatos ou pessoas na vida real é mera coincidência.